MUNDO

Montreal

Montreal A cidade mais francesa fora da França! Dizem que é o segundo município de língua francesa mais populoso do mundo, atrás apenas de Paris! Também ganha em segundo lugar…

Continuar lendo

Quebec

Curiosidades:

  • Os fumantes só podem fazê-lo a 9 m de qualquer porta ou janela.
  • Os bancos dos automóveis tem a opção de esquentar, eu nunca havia visto!
  • Praticamente todas as portas abrem para fora!!!
  • A exemplo do que ocorre na Europa, a água nos restaurantes é gratuita

A Cidade:

Quebec capital da província de igual nome, situa-se na região leste do Canadá. É uma graça de cidade, charmosa, elegante e muito tranquila. É banhada pelo Rio São Lourenço e as flores e o verde imperam! Com forte influência francesa, a língua mais falada  é o Francês, mas, quase todos falam também o inglês, o que facilita bastante. As placas nas ruas tem as duas línguas.

Quando ir e quanto tempo ficar?

Sugiro na primavera ou outono, onde o tempo é mais ameno. O inverno é muito rigoroso, neva muito; o verão é quente, apesar da localização. Eu peguei o finzinho dele e posso garantir que faz calor! Você conhece bem Quebec em 3 dias, incluindo o dia da chegada, se o fizer até o meio da tarde,  não vejo necessidade de mais.

Como ir?

Você pode chegar em Quebec de todas as formas. Eu fui de avião e sai de trem. Há quem prefira alugar carro ou mesmo ir de ônibus.

Onde ficar?

Depende do que você pretende. Se gostar de andar, o centro é sempre o melhor local e normalmente as atrações ficam concentradas nele. Eu me hospedei no Auberge Internationale de Quebec. Enorme, super bem localizado, tem quartos com banheiro privativo e é frequentado por dezenas de tribos! Oferece café da manhã, bem básico, mas, tem o essencial.

O que conhecer?

  • Basílica de Notre Dame, não é das mais bonitas que conheci, mas, tem lá seu encanto e está bem no coração da cidade. 
  • Quartier Petit Champlain, situado na parte baixa da cidade, lotado de restaurantes, lojas dos mais variados artigos, cafés, chocolateria e muita gente! É um local muito agradável que você pode alcançar por meio do funiculare, que dá um charme todo especial. Obviamente que também pode ser acessado por carro, ônibus e até barco, visto que, está pertinho do rio São Lourenço.
  • Château Frontenac, majestoso, bonito, arquitetura medieval, que mais parece um castelo de tão pomposo, fica bem no alto de uma colina. É aberto a visitação e vale a pena ver. Tem diversos restaurantes, cafés e uma imensidão de apartamentos.
  • Terraço Dufferin, fica pertinho do Château, é feito de madeira com alguns coretos, bancos para descanso e o mais importante, tem uma linda vista de Quebec, mirando o Rio São Lourenço e a cidade baixa!
  • Citadelle, foi declarada pela UNESCO como Patrimônio Mundial! É uma fortificação que situa-se na parte antiga da cidade e abriga em seu interior a sede do 22º regimento real e um museu, que trata sobre o militarismo no Canadá. Eu não consegui assistir a troca de guarda, mas, segundo soube, é um espetáculo digno de se ver. Há visita guiada, com o guia falando espanhol. É paga essa visita, não me recordo o valor.Resultado de imagem para la citadelle de québec
  • Shopping e Outlet, perdi meu carregador de celular e fui no único lugar aberto e acabei por ir ao chamado outlet, mas, não tem nada de especial, muito menos o preço! Se você vai para Montreal, Ottawa ou Toronto, não perca seu tempo, não compensa.
  • Mercado Le Grand Marché, não sei se quando fui o dia estava feio, chovendo e atrapalhou minha percepção, mas, uma coisa é fato, não tem nada de especial, é um local com café, restaurante, espaçoso, vende tudo que se espera num mercado, mas, não acho nem um pouco deslumbrante. Não recomendo.
  • Île d’Orléans, peguei um Uber e me mandei pra ilha que dista de Quebec uns poucos Km. Na verdade a ilha parece mais um refúgio. A tranquilidade, o sossego, é de fato pra quem gosta muito. As casas são amplas, bonitas, mas, parecem chácaras, visto que, seu vizinho próximo está bem longe! Vi alguns poucos comércios abertos e pelo letreiro, vendiam maple, geléias e  artigos de fabricação local, que são facilmente encontrados em Quebec. A única coisa que compensou foi ver uma plantação de Girassol. Não recomendo gastar seu tempo e dinheiro com esse passeio.
  • Passear pelas ruas do Old Quebec, admirando os Pubs, as lojas, restaurantes, arquitetura é um dos passeios que fiz todos os dias e sempre encontrava coisa nova! Recomendo!!!

 

(mais…)

Continuar lendo

Bariloche ou Brasiloche!

São Carlos de Bariloche, ou simplesmente Bariloche ou ainda "Brasiloche", está localizada no parque nacional Nahuel Huapi, junto à Cordilheira dos Andes, na  Patagônia Argentina. Dista da capital por volta…

Continuar lendo

Viena, a terra de Sissi

Viena fica no coração da Europa, mas também é vista como pertencente ao Leste Europeu. Capital da Áustria, da Imperatriz Sissi, casa de Mozart, Strauss e Freud, é uma benção!…

Continuar lendo
Fechar Menu