Toronto,bela metrópole!

Toronto,bela metrópole!

Toronto

Capital da província de Ontário, se estende ao longo do imenso Lago Ontário e  ainda tem muito verde! É a maior cidade do Canadá! Tem tudo de uma grande metrópole com seus arranha céus imponentes e envidraçados e com sua enorme torre de transmissão que é vista quase que de qualquer lugar da cidade!

Quando ir?

Depende do que você quer. Eu sempre viajo no outono ou primavera, pois, no hemisfério norte, nessa época o clima é mais agradável. No verão o calor dificulta o caminhar e no inverno, a gente tem que se embrulhar toda. Em Toronto o inverno é bastante rigoroso! Vai do que você gosta!

Como ir?

Saindo do Brasil, de São Paulo, com certeza, há voos diários e diretos pela Air Canadá, são 10h de viagem. Há outras empresas aéreas que fazem esse trajeto, mas, com escalas.

Curiosidades:

  • Os carros no Canadá, só tem placa de identificação na traseira! Quando você pede um Uber, por exemplo, não consegue identificar o carro de imediato!
  • As portas, em sua grande maioria, abrem para fora.
  • Em Toronto os supermercados não dão sacolas, nem as de papel, como acontece em Ottawa e Montreal.
  • Toronto hoje é um grande canteiro de obras!
  • As pessoas fumam cigarros e maconha naturalmente nas ruas. Engraçado é que na área para fumantes no aeroporto, é proibido fumar maconha!!!
  • A quantidade de prédios totalmente envidraçados é tônica em Toronto.
  • A toalete na CN Towers atende os dois sexos e o transgênero. Foi a primeira vez que vi essa identificação!

Onde ficar?

Há hospedagem para todos os tipos de gosto, particularmente, me hospedei via AirBnB, num flat bem próximo a CN Tower e consequentemente a uma série de pontos turísticos.  Gostei bastante, mas, por ser uma grande cidade, inevitavelmente a gente tem que usar o transporte.

O que conhecer?

  • CN Tower: uma imensa e alta torre que permite visitação e tem uma incrível vista de Toronto. É vista em todo lugar. Uma parte do piso é de vidro o que possibilita uma experiência no mínimo, diferente. O por do sol é maravilhoso de lá. Existe um restaurante panorâmico que gira 360º. Você não consegue ir sem reservar com antecedência. Há inclusive pacote que você adquiri pela internet que contempla a refeição e a entrada inclusa.
  • Estádio de Baseball Rogers Centre fica  grudadinho a torre. Super famoso, todos os dias que estive lá, houveram jogos. Eu o conheci vendo da torre CN Tower.
  • Ripley’s Aquarium de Toronto, fica literalmente ao lado da torre. É um local amplo, mas, como todo aquário, os animais ficam restritos a uma minúscula liberdade! Não curto, mas fui. Aliás, adquiri um passe que me proporcionou o ingresso sem fila em alguns pontos turísticos, acho legal a compra, acesse https://pt.citypass.com/toronto
  • St. Lawrence Market, foi um dos lugares que mais gostei de conhecer em Toronto. É um mercado, considerado o mais limpo do mundo, com vários restaurantes, pequenas lojas de souvenir com bom preço! Não é grande, mas é muito agradável. Tem uma área externa que dá para a rua onde há mesas onde as pessoas se sentam para saborear os quitutes. Experimentei um famoso  Peameal Bacon Sandwich, muito gostoso, apesar de ser bastante simples, é carne de porco com molho especial e você ainda pode incrementar com outros ingredientes que lhe é apresentado na hora. Não havia espaço no estômago, mas achei muito interessante um restaurante que serve sanduíches de peixe com uma série de acompanhamentos. Deve ser muito bom, pois, a fila era bem grande! 
  • Casa LOMA, esse é um local imperdível. Um castelo muito bem conservado, que virou museu. O proprietário original, Sir Henry Mill Pellattt,  era um rico industrial que contratou o mesmo arquiteto que construiu a antiga Prefeitura da cidade para arquitetar sua imensa e linda casa! Há áudio explicativo em português! Os jardins são maravilhosos! Não perca!
  • Outlet Vaughan Mills, se você é, assim como eu, interessada em compras, vai adorar esse outlet. Tem todas as lojas de grife conhecidas. Eu fui de Uber, mas, na volta o Uber não pode pegar você lá, é restritivo. Existe o Shuttle Bus: são apenas dois horários 10 da manhã e 1 da tarde e o endereço de saída é 123 Front Street West. Não tem jeito de reservar o lugar, então o ideal é chegar uma meia hora antes pra conseguir viajar. Quando lá estive, estava super tranquilo, pouca gente e deu pra apreciar muitas lojas, mas, parece que não é sempre assim. As lojas que também se encontra na cidade, não compensa gastar seu tempo, pois, os valores são os mesmos, então, foque naquelas que são mais exclusivistas.
  • Royal Ontario Museun (ROM), a fachada desse museu é contemporânea e muito diferente e bela. É o maior museu de história natural do país! Vale a visita. 
  • Yonge Dundas Square: é uma pequena e conhecida praça de Toronto. Com muitos letreiros luminosos, lembra a Time Square de NY. Ela dá acesso a outro famoso ponto turístico que é o
  • Eaton Center, que é um grande centro comercial que se liga a famosa”rua subterrânea”, que em Toronto chama-se de Path, que é um conglomerado de comércio desde lojas a bancos e restaurantes. Segundo consta esse sistema tem mais de 30 km de extensão e obviamente com dezenas de entradas, sempre há uma estação de metrô nesses acessos.Particularmente gostei mais do Path do que do RESO de Montreal.
  • Distillery Historic Distric, é um bairro que mistura o velho e o fashion. Não é permitida a entrada de autos, assim sendo, você conhece o pequeno bairro a pé ou de bicicleta. Lá frequentam tribos diversificadas numa boa. Há inúmeros bares, lojas descoladas (e caras!!!), cafés e teatro esculturas!  Eu fui durante o dia, mas os comentários são que a noite ferve. Acho que compensa ir se tiver um período livre!
Fechar Menu